sábado, 23 de julho de 2011

Qual o ponto mais distante que você viu hoje


Não pretendia escrever mais uma vez este mês, mas estou querendo chegar à perfeição que seriam três postagens por mês, enquanto isso escrevo sem borracha, sem me importar muito com meus erros de gramática (aceitando correções), escrevo pra saber que existo.

Mas pra falar verdade que ponto é esse, que venho falar, hoje subi na laje onde moro e olhei para o horizonte e só vi prédios e mais prédios, me fez lembrar quando eu morava no interior, não que eu sinta saudade, por que foi aqui na capital que me adaptei, mas lá eu conseguia ver o horizonte mais longe, temos que aprender a aceitar as coisas, digo talvez quem sabe...

Dizem que olhar para o horizonte faz bem, pode até ser uma metáfora, se quiserem saber mais a internet está aí, olhar para o futuro, e com isso chego à minha conclusão.
Até que ponto tem chegado sua visão, pense e se tiver uma oportunidade olhe o mais longe que você puder, mas sem binóculos, não vale trapacear.


E se faltar algum (i) é por que meu teclado já está indo pro beleleu, é tão velho quando esse blog...
Ainda bem que pouca gente lê, meus antigos amigos que sentirem falta das bobagens que eu falo está postagem é pra vocês, agora vou tomar um café, quem sabe um Melitta.
Postar um comentário